O início turbulento do São Paulo em 2023

O São Paulo está passando por um momento turbulento em 2023. O time foi eliminado precocemente do Campeonato Paulista para o Água Santa, nos pênaltis, e desde então vem enfrentando diversos problemas, tanto dentro quanto fora de campo.

Para a temporada de 2023, o São Paulo passou por uma importante reformulação, com a saída de nomes importantes como Patrick, Reinaldo e Miranda, e a chegada de algumas opções pedidas pelo técnico Rogério Ceni.

Adaptação da nova equipe

Com a chegada de novos jogadores, uma nova equipe precisou se adaptar no estadual, ainda mais diante do contexto preocupante de excesso de lesões, responsável por dificultar o trabalho da comissão técnica. Na primeira fase, o desempenho foi bom, mas a queda nas quartas registrou mais um momento difícil de 2023.

O São Paulo enfrentou muitos problemas de lesão nesta temporada. Na temporada, foram 16 problemas, com alguns processos cirúrgicos pelo caminho. Nesta intertemporada, o clube não conta com os dois principais goleadores: Calleri e Galoppo. Além dos dois, Ferraresi (lesão no joelho) e Igor Vinícius (pubalgia) foram outros a passar por cirurgia em 2023, enquanto Welington faz avaliações que também podem levá-lo a uma operação para tratar uma entorse no tornozelo esquerdo.

Crise no departamento médico

As muitas lesões resultaram em uma crise no departamento médico tricolor. Houve avaliações e reflexões ainda durante a campanha no Paulistão, que culminaram em mudanças. Na quarta-feira, dia da reapresentação, o clube demitiu o médico Tadeu Moreno e mudou José Sánchez de função, agora fora do dia a dia do CT da Barra Funda. Ricardo Galotti e Fábio Luiz Novi, que trabalhavam nas categorias de base em Cotia, assumiram as funções nesta semana.

Além disso, o São Paulo se viu indiretamente envolvido em uma polêmica fora de campo. Contratado por empréstimo nesta temporada, o atacante Pedrinho sofreu uma grave acusação de violência doméstica. A ex-namorada do jogador, Amanda Nunes, abriu um Boletim de Ocorrência no início do mês. Diante da gravidade das acusações, Pedrinho pediu afastamento do elenco e desde o início do mês tem treinado separadamente do elenco.

Fracasso esportivo

Todo esse contexto ainda se junta a um fracasso esportivo na primeira competição da temporada. O São Paulo projetava alcançar a decisão do Paulistão, mas se despediu da competição ainda na fase quartas de final. Apesar da ótima campanha na primeira fase, com terceiro melhor retrospecto, o São Paulo sucumbiu diante do Água Santa no Allianz Parque.

O último capítulo do turbulento 2023 do São Paulo ocorreu depois da queda para o Água Santa

Na reapresentação do time, na quarta-feira, Rogério Ceni deu uma bronca ríspida no meia Marcos Paulo, considerada acima do tom por outros atletas do elenco. Jogadores se sentiram incomodados com a abordagem do treinador, que chegou a mostrar o dedo em riste para o atleta, e reclamaram com a diretoria de futebol.

A tensão só foi amenizada após uma reunião de elenco, diretoria e comissão técnica, realizada na quinta-feira. Apesar disso, os problemas internos no São Paulo ainda parecem longe de acabar.

O que esperar do São Paulo no restante da temporada?

Com tantos problemas, fica difícil prever o que esperar do São Paulo no restante da temporada. A equipe ainda tem a disputa do Campeonato Brasileiro, além da Copa do Brasil e da Libertadores da América pela frente.

A torcida são-paulina espera que o time consiga se recuperar dos problemas recentes e apresente um bom desempenho nas próximas competições. No entanto, é preciso ter paciência e confiar no trabalho de Rogério Ceni e dos jogadores para superar as adversidades e buscar novas conquistas.

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.