Rivellino: O Reizinho do Parque que Conquistou a Torcida Corinthiana

Rivellino é considerado por muitos o melhor jogador a vestir a camisa alvinegra, apesar de não ter conquistado títulos expressivos pelo clube. Neste artigo, vamos explorar a carreira do craque e sua relação com o Corinthians.

O Início da Carreira de Rivellino no Corinthians

Rivellino começou sua trajetória no Corinthians no time de aspirantes, onde já mostrava seu talento e levava torcedores ao Pacaembu para vê-lo jogar. Em 1964, fez sua estreia no time principal em um amistoso contra o General-Motors, mas foi no ano seguinte que realmente começou a escrever sua história no clube.

O Reizinho do Parque

Com dribles geniais, lançamentos perfeitos e gols de falta, Rivellino conquistou a torcida corinthiana e se tornou o “Reizinho do Parque”. Seu talento foi reconhecido mundialmente quando se consagrou Tricampeão do Mundo com a Seleção Brasileira em 1970.

Curiosidades da Carreira de Rivellino

Uma curiosidade interessante da carreira de Rivellino é que a primeira vez que ele vestiu a camisa da Seleção Brasileira foi em um jogo contra o Arsenal, em 1965, quando o Corinthians representou o Brasil. Além disso, o craque é o quarto jogador com mais assistências com a camisa do Timão, com 120 passes para o gol.

A Injustiça da Final do Paulistão de 1974

Em 1974, o Corinthians teve a chance de quebrar o jejum de títulos que já durava 20 anos. No entanto, perdeu a final do Paulistão para o Palmeiras e Rivellino foi considerado injustamente o maior culpado pela derrota pela imprensa e por parte da torcida. Ele foi dispensado pela diretoria corinthiana no início do ano seguinte.

O Legado de Rivellino no Corinthians

Apesar de ter conquistado apenas o Torneio Rio-São Paulo de 1966 pelo Corinthians, Rivellino deixou um legado inestimável na história do clube. Em 2014, na inauguração da Arena Corinthians, marcou o primeiro gol simbólico do estádio em cima do goleiro Ronaldo.

Hoje, é um dos poucos jogadores da história do Corinthians a ter um busto no Parque São Jorge, e sua importância para a torcida é inegável. Certa vez, Rivellino declarou que sua maior mágoa é nunca ter sido campeão paulista pelo Corinthians, mas sua história e talento são eternos para os corinthianos.

Rivellino é um ídolo incontestável do futebol brasileiro e deixou sua marca na história do Corinthians, apesar de não ter conquistado títulos expressivos pelo clube. Seu talento, técnica e habilidade dentro de campo conquistaram a torcida alvinegra, e seu legado é eterno. Obrigado, Riva!

Saiba mais : https://golpaulista.com/a-historia-do-estadio-ponte-grande-do-corinthians/

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.